O que é Plano Safra?

Desde o ano de 2003, o Governo Federal edita o chamado Plano Safra, que se trata do principal mecanismo de planejamento da política de crédito do País, definindo também a quantidade de crédito a ser disponibilizado, mediante o sistema nacional de crédito rural, sendo, bancos oficiais, privados, cooperativas e sociedade de créditos, para que os produtores possam investir, custear e/ou comercializar a sua produção. É assim chamado, em alusão ao período estrategicamente escolhido para a safra agrícola brasileira, ou seja, período de colheita.


O Plano anual regulamenta as políticas públicas que abrangem os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural, crédito, seguro da produção, garantia de preços, comercialização e organização econômica das famílias residentes no campo.


O Plano Safra é lançado, então, anualmente, com vigência entre o mês de julho até junho do ano seguinte. O anuncio do Plano agrícola 2019/2020 está previsto para a data de hoje, 18 de junho, com um certo atraso eis que o governo federal prorrogou seu lançamento, no aguardo da votação pelo congresso nacional do pedido de crédito suplementar, em razão da alegada crise financeira que poderia afetar, inclusive, o crédito rural.


Em todos os anos, mostra-se muito importante o lançamento do Plano Safra com a maior antecipação possível, pois apenas a partir dele o produtor rural se preparará para ter acesso ao crédito rural, e com isso, a acesso a sementes, insumos, dentre outros, e com isso, obedecer a janela natural de plantio, colheita e comercialização.


Os recursos normalmente advém do montante das poupanças rurais, mas também, dos depósitos à vista, compulsórios, LCA e reservas cambiais. O crédito rural disponibilizados pelos bancos oficiais, com recursos obrigatórios e controlados tem taxas de juros em média de 8,75% ao ano.


A expectativa é de que nesse ano agrícola, o Plano Safra traga maiores subsídios e recursos para o seguro rural.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Botão_do_Whatsapp.png